Como consultar a situação do CPF na Receita Federal

Como consultar a situação do CPF na Receita Federal

104058
Compartilhar

O Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é necessário para praticar atos perante diversas instituições, tanto governamentais quanto privadas. O CPF é solicitado, por exemplo, para abrir e movimentar contas bancárias, fazer compras, arrumar emprego, ter acesso a vários serviços públicos, entre outros atos. Qualquer irregularidade cadastral no CPF pode impedir que a pessoa realize tais atos.

Como consultar o CPF pelo site da Receita Federal

Para consultar a situação cadastral do seu CPF na Receita Federal, clique aqui.

situacao-cadastral-cpfNa página que se abrirá, digite o seu CPF, a data de nascimento e clique no botão “Consultar”. Em seguida, digite os caracteres de verificação conforme a imagem que aparecer e clique no botão “OK”.

Pronto! Você acabou de gerar o seu Comprovante de Situação Cadastral no CPF.

Situação Cadastral do CPF

Um CPF pode estar nas seguintes situações cadastrais:

Regular: quando não houver inconsistência cadastral e não constar omissão de Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF).

Pendente de regularização: quando houver omissão de DIRPF, ou seja, quando a pessoa estava obrigada a preencher a declaração de imposto de renda em algum ano, mas não o fez. Clique aqui para saber como regularizar um CPF pendente de regularização.

Suspensa: quando houver inconsistência cadastral. As inconsistências cadastrais mais comuns no CPF ocorrem no nome do contribuinte, na data de nascimento, no nome da mãe e no Título Eleitoral. Clique aqui para saber como regularizar um CPF suspenso.

Cancelada por multiplicidade: quando houver mais de uma inscrição no CPF para a mesma pessoa. Esta situação ocorre com mais frequência entre as pessoas que perderam ou tiveram seus documentos roubados.

Cancelada por óbito sem espólio: quando a pessoa falecida não deixou bens a serem partilhados.

Cancelada por encerramento de espólio: quando a pessoa falecida deixou bens a serem partilhados e o inventariante já apresentou a Declaração Final de Espólio (DFE).

Nula: quando houver constatação de fraude na inscrição do CPF.

Comentários