Servidores da Receita Federal acessam indevidamente dados do presidente Jair Bolsonaro

A Receita Federal do Brasil divulgou uma nota oficial à imprensa nesta sexta-feira (05) comunicando que identificou um acesso imotivado aos dados fiscais do presidente da República, Jair Bolsonaro, e de integrantes de sua família, por parte de dois servidores do órgão.

A nota divulgada pela Receita Federal não detalha quais familiares do presidente tiveram seus dados acessados de forma indevida, nem revela a identidade ou cargo dos servidores. Segundo a Receita Federal, foi aberto um procedimento disciplinar para apurar a responsabilidade dos envolvidos. Em paralelo, a Polícia Federal foi notificada para colaborar na investigação do acesso indevido.

foto oficial do presidente Jair BolsonaroApós a confirmação do acesso indevido aos dados do imposto de renda de Jair Bolsonaro, a Receita Federal instarou processo para investigar os servidores envolvidos. Foto: Palácio do Planalto


Vazamento de informações na Receita Federal

Em fevereiro deste ano, um caso semelhante aconteceu com o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Na ocasião, uma suposta investigação da Receita Federal envolvendo o ministro e sua esposa vazou para uma revista. Em nota à imprensa divulgada na época, a Receita Federal informou que estava levantando informações fiscais por suspeitas de fraude de 134 pessoas políticamente expostas (PPE), mas descartou 79 procedimentos por falta de indícios concretos, incluindo o caso de Gilmar Mendes.

Leia a íntegra das notas à imprensa nos casos do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Gilmar Mendes.


Leia Também

Como fazer a declaração do imposto de renda 2019

Como imprimir a 2ª via do CPF

8 milhões de declarações do imposto de renda 2019 já foram entregues

Como consultar pendências no CPF pelo site da Receita Federal

Situação cadastral inapta no CNPJ

Qual a sua nota para este artigo?
Nota média: 5

Comentários